• Facebook - Black Circle

Acompanhe nossas redes sociais

OFICINA DE MITOS, RITOS E RITMOS ANCESTRAIS 

 

Um convite a uma viagem por diferentes atmosferas evocando tempos ancestrais por meio da música, usando instrumentos tradicionais como ocarinas, maracas, quenas, todos elementos de poder na ótica de diversas culturas da América Latina e no mundo todo. Oferecendo na atualidade uma janela para tempos imemoráveis.

Facilitadores:

Bate papo: Dani Velásquez (professor de letras da Universidade federal da bahia-UFBA)

Oficina: Alejandro Contreras e Leila Soto (colombianos viajantes e pesquisadores da cultura Latino Americana)

Serviço:

O quê: OFICINA DE MITOS, RITOS E RITMOS ANCESTRAIS

Onde: Casa Pachamãe (Av Constelação 63, Monteserrat)

Quando: dias 29/11, 16h

Valor: Contribuição consciente (Sugestão R$ 10,00)


 

BATE-PAPO: TRANSGRESSÕES NA ARTE, NA CULTURA E NO PENSAMENTO LATINO AMERICANO

 

 

 

 

 

 

 

 

Pretende-se gerar um bate papo onde será abordado o tema das transgressões na arte e na cultura da América latina. A intenção é discutir o que representaram as vanguardas de início do século XX, sua repercussão, assim como a importância na atualidade de resgatar esse espírito de ruptura, transgressão é renovação.            

Facilitador: Dani Velásquez , Professor, Dotor, pesquisador literário da cultura Latino Americana.

 

Serviço:
O quê:  BATE PAPO: TRANSGRESSÃO NA ARTE, NA CULTURA E NO PENSAMENTO LATINO
Quando: 30/11
Horário: 16h
Local:
Casa Pachamãe (Av Constelação 63, Monteserrat)
Valor: Gratuito

 

 

RESILIÊNCIA DO CORPO-HISTÓRIA

 

 

 

 

 

A troca com o momento, Resiliência do corpo-história, propõe trazer para o corpo negro feminino um resgate às consequências das violências sofridas, tratadas de forma individual com fluxo, provocações e tensões coletivas. As formas de violência que esse corpo é submetido de forma repetida e constante trás consequências à nossa constituição física (óssea), moral, estética, social, sexual e a conflitos referentes à autoestima.Todas essas sequelas são somatizadas no corpo estrutura-composição, que sem outra alternativa está sobrecarregado e desgastado.

O workshop acontecerá através de sensibilizações estimuladas pelas memórias de mulheres negras que fizeram parte do grito feminino. Através da prática da escuta (sororidade), pelo prazer de não ter seu corpo violado nem subjugado (empoderamento) e pelo estímulo do olhar pra seu próprio corpo sem julgamentos ou influência de observação (aceitação). O confronto com essas memórias, o entender a estrutura que fomos colocadas e como resistir saudáveis a essa imposição patriarcal dominante, será o fio condutor para compreendermos nosso corpo.

Mediadora: Jaqueline Elesbão (Coletivo Ponto Art)

 

Serviço:

O quê: RESILIÊNCIA DO CORPO-HISTÓRIA

Onde: Casa Pachamãe (Av Constelação 63, Monteserrat)

Quando: 30/11

Horário: 18:30h

Quanto: Gratuito